Aos 70 anos de vida, comemorados em junho, Maria Bethânia lança nas plataformas digitais na próxima sexta-feira, 7 de outubro, single com inédita canção de autoria de Adriana Calcanhotto, Era pra ser, gravada pela intérprete baiana para a trilha sonora da novela A lei do amor, estreada esta semana na TV Globo.

Era pra ser é canção em que a compositora gaúcha versa com poesia sobre amor desfeito, mas que permanece vivo na memória e na alma dos dois amantes. “Era para poder ficar eternamente no presente”, canta Bethânia, em tom que concilia delicadeza e a habitual intensidade emocional da intérprete. Os versos de Era pra ser se ajustam à trama do casal protagonista da história de Maria Adelaide Amaral e Vincent Villari, Helô (Isabelle Drummond / Cláudia Abreu) e Pedro (Chay Suede / Reynaldo Gianecchini), namorados separados na juventude por intrigas familiares.

 

Era pra ser é o terceiro single lançado por Bethânia neste ano de 2016 com músicas gravadas especialmente para trilhas sonoras de novelas da TV Globo. Em abril, a gravadora Biscoito Fino editou single com Mortal loucura (José Miguel Wisnik a partir de versos do poeta Gregório de Matos, 2005), tema que sobressaiu na seleção musical da novela Velho Chico. Em junho, chegou às plataformas digitais single com inédita gravação de Casinha branca (Gilson e Joran, 1979), melancólica canção bucólica revivida pela cantora para a trilha sonora da novela Êta mundo bom!.

 

Além dos três singles digitais, Bethânia lançará, ainda neste último trimestre de 2016, CD e DVD com gravação ao vivo do show que festejou os 50 anos de carreira da artista, Abraçar e agradecer (2015).

 

(Crédito da imagem: reprodução da capa do single Era pra ser, de Maria Bethânia)